Eis os “Guardiões das Galáxias”
      │     25 de agosto de 2014   │     18:08  │  0

EIS QUE OS TAIS “GUARDIÕES DAS GALAXIAS”…

É isso aí fãs do cinema, chega mais que hoje nós vamos falar de um dos melhores filmes de super-heroi que já vi: Guardiões da Galáxia. É um filme que teve sua estréia no dia 31 de julho, mas que continua lotando as salas de cinema. E vamos citar já os motivos desse sucesso! (Fonte Kibe Loko)

-6daf9fa4-3062-43fc-a8e8-14bfcf9f1aaf

Confesso que eu fui uma das pessoas que não se interessou tanto pelo filme a primeira vista. Mas eu tenho um motivo até que válido: não sou aquela pessoa fã de quadrinhos e super heróis (haters gonna hate). Na minha infância eu parei de ler quadrinhos com a Turma da Mônica, não fui além disso. Tudo o que eu sei de super heróis foi o que eu vi na tv ou no cinema.

Logo, eu não conhecia a estória dos Guardiões da Galáxia. Então não foi exatamente preconceito, só ignorância mesmo. Digo isso porque vi bastante gente desinteressada pelo filme por não serem super heróis famosos da Marvel. Mas, assim como eu, se renderam aos comentários, e advinha? POW! Um tapa na cara do preconceito. Esse filme é nada mais, nada menos do que um dos melhores filmes da Marvel de todos, e eu disse TODOS já lançados.

O filme é completo: muita ação e efeitos especiais, engraçado e muito divertido, emocionante de ter cenas que você jura que vai chorar, e chora mesmo, chora de passar vergonha. Esse filme é imbatível! Pois quando se trata de super herois, pode falar dos Vingadores ou da Liga da Justiça, mas nada, eu disse e repito, nada, repito de novo, NADA se compara os Guardiões da Galaxia que tem um GUAXINIM FALANTE!!!

rocket-racoon-guardians

E o que teve de gente falando dessa trilha sonora não foi brincadeira não, viu? Inclusive alguns SÓ falaram disso sobre o filme. E, na boa, eles estão tão certos quanto a terra é redonda, e um pente é um pente. QUE TRILHA INCRÍVEL! Imagina um cara no espaço, onde praticamente não existe música, com uma mix tape só com clássicos dos anos 60 e 70.

É outro clima pro filme senhoras e senhores. Podemos dizer com toda a certeza que esse foi um dos pontos mais fortes do filme. Você realmente se encanta pela mistura inusitada das cenas no espaço com uma trilha repleta de clássicos. E a primeira coisa que você quer quando o filme acaba é PELOAMORDEDEUS a lista das músicas dessa trilha. E e para aqueles que ainda não foram atrás da tal lista, eu, como pessoa bondosa que dá dinheiro pra mendigo que sou, resolvi lhes poupar desse trabalho:

AWESOME MIX VOL.1

1. Blue Swede – Hooked on a Feeling
2. Raspberries – Go All The Way
3. Norman Greenbaum – Spirit In The Sky
4. David Bowie – Moonage Daydream
5. Elvin Bishop – Fooled Around and Fell in Love
6. 10CC – I’m Not in Love
7. Jackson 5 – I Want You Back
8. Redbone – Come And Get Your Love
9. The Runaways – Cherry Bomb
10. Rupert Holmes – Escape (The Piña Colada Song)
11. The Five Stairsteps – O-O-H Child
12. Marvin Gaye & Tammi Terrell – Ain’t No Mountain High Enough
13. Bonus: Hooked on a trailer remix

Ouça todas elas no YouTube clicando aqui.

De nada.

E quando se trata de personagens, todos tem seus pontos fortes. Mas dois deles foram realmente feitos para serem inevitavelmente apaixonantes (eu sei, isso foi bem gay, mas é a pura verdade). Peter Quill, o personagem principal, começa o filme mostrando a pior parte da sua infância, um sofrimento tão pesado que você pensa “pronto, vou chorar na primeira cena do filme” (e chora mesmo, sério).

Logo depois do pior momento da sua vida ele simplesmente é abduzido por uma nave de uma gangue de ladrões do espaço. Olha que vida bacana, é isso que eu chamo de sorte. Tem como odiar uma pessoa dessa? Claro que tem! O cara é um ladrão que de repente se tornou um guardião da galáxia. Mas aí pensar assim é muito recalque da sua parte.

O normal é as pessoas já simpatizarem com ele desde o inicio justamente pela sua história. Uma coisa que eu preciso citar sobre o Peter Quill: ele é interpretado pelo ator Chris Pratt, que fez uma participação em uma das minhas séries favoritas The O.C. (pois é, e acredite se quiser, eu tenho uma namorada). Sua participação na série foi no ano de 2006, e ele era um pouquinho diferente do que ele é hoje.

Mas sabe como é, a fama faz isso com as pessoas, não é?!

chris-pratt

Seguindo a sequência, os dois personagens pelos quais você se apaixona são Rocket e Groot. Muito da graça e dos momentos de quebra mais divertidos do filme pertencem aos dois caçadores de recompensas mais carismáticos de toda a galáxia.

Rocket, que ganha vida pela voz de Bradley Cooper, o ator que interpreta Phil do filme Se beber, Não case. Uma escolha que faz sentido, afinal quem melhor que um bêbado pra fingir ser um guaxinim?

bradley-cooper-guardians

E uma coisa que vale a pena destacar é que o Groot é interpretado pelo Vin Diesel, que usou uma prótese na perna para algumas cenas, e gravou mais de 1.000 vezes (isso mesmo, MIL vezes) a célebre frase “I am Groot”.

E você aí achando que ele só sabia explodir carro, né?! Mal sabia você que ele também sabe repetir frases.

article-2704782-1FF33F0C00000578-165_634x626

Temos também a personagem Gamora, que é interpretada pela mesma atriz que fez Avatar, Zoe Saldana.

E apesar do filme meio que seguir a mesma tara do Avatar por aliens azuis, dessa vez a atriz faz uma alienígena mais verde que o Hulk.

1406046669_zoe-saldana-avatar-guardians-of-the-galaxy-zoom

E pra quem pensou que ela e Hulk formariam um lindo casal alienígena: pode até parecer bonitinha a semelhança de cor, mas vale lembrar que o Hulk é do tamanho da sua casa.

Ia ser um casal tão estranho quanto o jogador da NBA Shaquille O’Neal e sua namoradinhainhainhainhazinha.

shaquille

E por fim, nosso Coisa do “Quarteto Fantástico” da galáxia, Drax. Eu como fã de Harry Potter que sou, não pude deixar de fazer uma comparação um tanto bizarra entre ele e o Trasgo das Masmorras.

É sério, o Drax parece mais um trasgo com um tribal laranja no corpo.

editado4

Uma coisa que me chamou muito a atenção e que com certeza agradou: Nossos guardiões da galáxia são heróis que fogem daquele padrão que estamos acostumados a ver de super herói bonzinho com super poderes que precisam proteger o mundo porque com grandes poderes vem grandes responsabilidades e mimimi. Não!

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *