Monthly Archives: janeiro 2020

O ano do adeus! Confira os veículos que deixaram o Brasil em 2019
   Léo  Palmeira  │     16 de janeiro de 2020   │     22:58  │  0

Quatro hatches deixaram de ser vendidos no Brasil em 2019.

Nos últimos anos, uma categoria vem dominando o mercado automotivo brasileiro e mundial, a de SUVs. A cada ano, os utilitários ganham espaço ao pulverizar os concorrentes. Com isso, as marcas estão focando cada vez mais no segmento, e deixando outros de lado, principalmente no Brasil.

Como de costume, 2019 marcou algumas aposentadorias compulsórias no Brasil. Entre as várias baixas do último ano, o segmento que mais sentiu foi o de hatch médio. Depois das station wagons praticamente sumirem do mercado brasileiro, agora é a vez dos hatches ficarem a perigo.

Entre os descontinuados, um chama a atenção pelo motivo maior, o fim de uma fábrica. O Ford Fiesta está entre os aposentados de 2019. O pequeno deixou de ser fabricado no Brasil após a decisão da marca de fechar a fábrica de São Bernardo do Campo (SP), onde também fabricava caminhões, que também deixaram as vendas de lado.

A marca americana ainda deixou de vender outro modelo em 2019, o Focus, nas versões hatch e sedã, chamada de Fastback. O médio era produzido na Argentina, na planta de General Pacheco. A fábrica ficará dedica a produção da Ranger e de um futuro SUV médio, que pode ser o Territory ou um outro novo modelo, quem sabe o Escape.

A Peugeot foi outra que abandonou seu hatch e sedã médios. O 308 e o 408 deixaram de ser ofertados no Brasil. Em busca de melhorar a imagem perante o público brasileiro, a marca resolveu seguir os passos de outras marcas e focar nos utilitários, como o 2008 e 3008.

Outro hatch médio que deixou o Brasil de forma melancólica — e que vai deixar milhares de fãs órfãos — é o Volkswagen Golf. Tecnicamente o modelo continua sendo vendido por aqui, na versão híbrida GTE (mas pelo preço que a marca está pedindo, praticamente ninguém deve comprar).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As versões que realmente eram comercializadas deixaram a de ser produzida por aqui para abrir espaço para o SUV compacto T-Cross. Além do hatch, a versão perua do Golf, a Variant, também deixou de ser ofertado por causa do novo utilitário. Um triste fim para uma das últimas station wagons a venda no Brasil.

O SpaceFox foi outra perua da Volkswagen que deixou de ser produzida por aqui em 2019. A versão estendida do Fox é mais uma que cede lugar para um utilitário, o novíssimo Nivus, que deve ser lançado ainda neste ano.

Com a aposentadoria do Focus, 308 e Golf, o mercado brasileiro passa a ter apenas um representante entre os hatches médios — sem contar os premium –, o Chevrolet Cruze Sport6. A pergunta é, até quando o americano irá aguentar a onda avassaladora dos SUVs.

Por aqui, os hatches ainda mantêm representantes entre as marcas premium, como Mercedes-Benz Classe A, Audi A3 e BMW Série 1. Com a exceção de um, o Volvo V40. O sueco deveria receber a nova geração da marca, mas foi aposentado em todo o mundo pelo mesmo motivo dos outros, abrir espaço para os SUVs.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além dos hatches e das peruas, dois monovolumes também disseram adeus ao Brasil em 2019. Os Citroën C4 Picasso e Grand C4 Picasso deixaram o país no início do ano e ninguém percebeu. Já que, em 2018, os dois juntos venderam menos de 300 unidades. E, no ano anterior, não chegou a 500 emplacamentos. As vendas baixas nitidamente apontam o motivo da decisão da montadora.

Já no fim do ano, praticamente na virada para 2020, um sedã também disse adeus ao mercado brasileiro, o Mitsubishi Lancer. O japonês vem ensaiando a despedida há tempos. Ele é outro que deixa o país para a montadora poder focar nos utilitários, mais especificamente no Eclipse Cross, que é produzido na mesma fábrica de onde saía o sedã.

Entre tantos veículos saindo de cena para abrir espaço para os utilitários, a categoria que mais cresce também viu um representante seu dizer adeus em 2019, o Hyundai Tucson. Calma! Não é o novo, mas sim a primeira geração do SUV sul-coreano que a Caoa fabricava em Anápolis (GO) e que deveria ter saído de cena a, no mínimo, uns oito anos

>Link  

A linda Ana Clara Fabeni Depieri, filha de Edson e Roberta Fabeni é a grande debutante de hoje quando completa seus 15 anos e comemora cercada de amigos. Felicidades!
   Léo  Palmeira  │     3 de janeiro de 2020   │     22:16  │  0

>Link